TREM

2017-01-04-11.35.15-2.jpg.jpg

Oi, estou bem!

Talvez o chamassem de burro depois que o inevitável acontecesse, mas simplesmente não tinha controle sobre isso.

Não tem uma verdadeira importância o fato de que as pessoas não saberiam que ele realmente viu o monstro da morte se aproximando.

Que, contrariando o esperado, não sentiu os ouvidos tapados. Tinha toda a certeza do mundo de que aquele som ensurdecedor o perseguiria eternamente.

Seus olhos estavam em perfeito estado quando as luzes o cegaram.

Provavelmente deveria ser nesse momento.

Após o apito, apenas instantes antes de estar com as costas sobre os trilhos, um herói, seu futuro melhor amigo, se jogaria contra o seu corpo, tirando-o da frente do trem.

Não aconteceu.

O pensamento que o acertou antes do veículo foi: Estaria o trem lotado ou vazio?

Não que isso fizesse qualquer diferença, seu destino já estava selado, porém desejava que sua morte causasse o mínimo possível de danos, apesar de toda a situação.

Por mais egoísta que fosse não pode manter seus pensamentos nisso por um longo tempo. Logo tinha toda a sua atenção focada no clima.

Tentou inutilmente levar seus devaneios em outra direção, achava inaceitável que algo tão superficial fosse a última coisa em sua cabeça.

Logo ele, que sempre foi um erudito.

Mas nenhuma frase de livro, nenhuma citação de autor Cult vinha à sua memória.

Ele insistia em pensar na neve suja e no céu nublado, de enterro – que propício.

Beijinhos, beijos, abraços. O que vocês quiserem ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s