7 Coisas para tentar em 2017

Oi, estou bem! O post de hoje será bem leve e curtinho pelo seguinte motivo: NÃO CONSIGO ESCREVER.
Eu uso o computador do meu irmão, então não posso simplesmente ficar o dia todo sentada esperando a inspiração me acertar com a sua mágica. Hoje em especial eu não tive tempo nem mesmo para esperar a motivação me atingir.

Assim, resolvi fazer uma listinha simples, mas que pode ser de muita ajuda: 17 Coisas para tentar em 2017.

1. MARATONA LITERÁRIA 24 HORAS – 

Se você ama ler, mas assim como eu acaba não tendo muito tempo, isso pode ser uma motivação. Participar de uma coisa assim te coloca mais animação para perseguir aquela meta literária, pra terminar um livro difícil, ou simplesmente pra ter um dia todo dedicado à leitura. Pretendo testar a experiência em algum feriado próximo.

2. 20 FILMES EM 10 DIAS – 

Ok, deixem-me explicar. Para alguns esse pode parecer um desafio fácil de se cumprir. Acontece que por eu estudar em período integral, acabo abdicando de fazer coisas por puro entretenimento. Isso não é saudável: saúde mental importa tanto quanto os estudos. assim, resolvi me propor esse exercício, que apesar de difícil, não é completamente insano. A não ser que eu resolva fazer no fim do semestre (Isso equivaleria a suicídio, acredito eu).

3. BULLET JOURNAL – 

Talvez vocês não saibam, porém eu AMO coisas relacionadas a organização e produtividade. Já testei dezenas de aplicativos, sites, extensões, métodos, dicas e truques. Adoro a ideia de que, dependendo da maneira como você se prepara para suas atividades, consegue fazê-las me menos tempo e com mais qualidade.

O único pequeno probleminha é que eu não sou organizada. Anoto as provas no Evernote, em um caderno, na minha mão, no meio do meu diário, no fichário, e no final tenho que entrar no grupo da sala pra descobrir os detalhes. sei que, mesmo com todas técnicas do mundo, ainda vou conseguir deixar tudo meio com carinha de bagunçado. Isso não me incomoda, desde que eu consiga me organizar.

Justamente por eu não ter tanto tempo disponível e amar as coisas do meu jeitinho, que o Bullet Journal parece incrível pra mim.

4. PROGRAMAÇÃO – 

AAAAAHHHHHHYHHH! Ainda não comentei sobre isso aqui, entretanto recentemente eu comecei um curso no Codecademy e estou amando! Senti que, com o blog, eu precisava aprender (nem que fosse o básico) sobre programação. Há um tempo eu tinha ouvido falar desse site, e como esse ano estou realmente correndo atrás dos meus objetivos, pensei “por que não?”. Os cursos são inteiramente grátis, contudo estão em Inglês.

A linguagem não é muito complicada, e a palavras que eu não entendo, também não entenderia em Português. O legal foi que apesar de ter sentido essa necessidade, não havia me dado conta de que acharia tudo tão divertido. Sério, a cada coisinha nova que aprendo me dá uma sensação maravilhosa.

5. UM ÁLBUM POR SEMANA – 

Eu sei, nesse momento vocês devem estar pensando (Ou não) “Essa menina fica falando que não tem tempo pra nada, entretanto tem 300.000 de desafios”.

Concordo, e talvez eu não consiga mesmo cumprir todos eles. Só que eu passei por tantas crises ano passado, pensando no que valia pena, no que significava viver, de verdade. Questionando até que ponto eu estava aproveitando uma oportunidade maravilhosa, e até onde eu estava me submetendo a um nível extremo de pressão. Como eu amo música, achei que uma boa ideia seria escutar um álbum novo por semana.

Na verdade, esse é o mais fácil dos desafios, considerando que eu escuto música basicamente em todos os momentos em que não estou na sala de aula.

6. CORRER ATRÁS DAS METAS – 

Esse ano eu comecei a REALMENTE levar as metas de ano-novo a sério. Tenho um planejamento, pesquisei bastante, e descobri vários truques. Estava pensando em fazer um post separado sobre isso, mas já adianto pra vocês que apenas pelo fato de você estar se esforçando e dando o seu melhor para atingir determinado objetivo, você já se sente muito bem.

Uma das coisas que eu mais alegava era falta de tempo, porém ouvi uma coisa que concordo “Você tem que achar tempo para aquilo que quer fazer, nunca vai simplesmente aparecer 4 horas livres pra que você possa trabalhar em um projeto”. Mesmo com o tempo apertado, eu sempre achava momento para assistir Grey’s Anatomy e entrar nas redes sociais, que tal pensar um pouco mais no que está fazendo com o seu tempo? (LEMBRETE: Não tem nada de errado em assistir séries, mas dar uma controlada pode ser bom.)

7. SIMPLIFICAR SUA VIDA – 

Nesse último mês eu tenho pesquisado bastante sobre minimalismo, e como viver com o necessário. Não me refiro a morar na floresta, nem mesmo a só comprar comida e agasalho pro Inverno.

O minimalismo pra mim se refere a simplificar sua vida. Reduzindo o seu guarda-roupa ao que você realmente usa, reorganizando sua casa de maneira funcional e que de fato faça sentido, pensando naquilo que vale a pena comprar. Acredito que isso vá muito além da redução de bens, abrangendo até mesmo as atitudes que te colocam pra baixo, e os hábitos com os quais você deseja permanecer ou acabar.

Um canal que tem me ajudado muito essa decisão de simplificar a minha vida (Que eu acho que não envolve só o minimalismo) é o Muchelle B.

Por hoje é isso gente.

Beijinhos, beijos, abraços. o que vocês quiserem ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s